Meu Rio

O texto abaixo faz parte do projeto PH Poem A Day, do blog Central da Leitura.

Caso não esteja vendo o texto, clique em mais informações logo abaixo.

Minha cidade é bela, e triste ao mesmo tempo.

De um lado, luzes brilhantes

E outros dormem ao relento.

As estrelas brilham o céu

e outra luz brilha sobre o Cristo

De braços abertos,

"Olá!", dizendo

Para os maravilhados turistas

 

As praias e os rios poluídos

Os tão ricos e os pobres iludidos.

Se fosse descrever com uma palavra

Essa palavra seria antítese

Porque só desse jeito

Para cantar o hino com a mão no peito

E olhar com indiferença

Toda essa crença

De que essa desigualdade

Será para sempre uma verdade.

 

Minha cidade.

Meu Rio.

Ainda falta para que sejas maravilhosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião! Ela é muito importante para mim.

© Giulia F Ferreira - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Giulia F Ferreira. Tecnologia do Blogger.