Bolhas de sabão

Para ler o texto, clique em mais informações abaixo.

O brilho amigável que porventura vi passar, colorindo meu reflexo em tons metálicos de arco-íris. Um brilho próprio, sem destino planejado nem pré-definido. Parece sonho acordado, como Lua de manhã. Olhos abertos sob o brilho do Sol. Forma específica, que não se modifica, seja inverno, primavera, outono ou verão.

Dentro de si, traz a melancolia dos poetas, a felicidade das crianças, o adeus do marinheiro que parte ou a canção dos apaixonados.

Solta e livre, procurando por um futuro.

Breve.

A vida é curta demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião! Ela é muito importante para mim.

© Giulia F Ferreira - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Giulia F Ferreira. Tecnologia do Blogger.