Seis “regras” (clichês) para a vida

tumblr_li88jcUBc61qcga20o1_500

Olá, seres humanos e não-humanos!
Sejam bem-vindos a mais um post do blog. Hoje nós vamos falar sobre seis coisas. Essas coisas são “regras” entre aspas porque, no fundo, a gente sabe que não existem regras pra vida. No máximo um boa sorte e um beijo na testa. E, vamos ser honestos, não tenho 80 anos pra saber qualquer coisa da vida, mas os 17 que me cabem me fizeram chegar a algumas conclusões. Se quiser ter acesso a essas regras nada seguras para a vida, é só clicar em leia mais aí embaixo.

1. Nunca deixe que te conheçam mais do que você conhece a si mesmo.
A não ser que você queira, é claro. Não posso te obrigar a nada, mas eu simplesmente tenho horror de que alguém chegue a alguma conclusão certa ao meu repeito antes de mim mesma. Talvez seja um pouco de egoísmo da minha parte. Ou excesso de escudos e proteção para o mundo ao meu redor, mas é algo que eu não posso e nem quero mudar ao meu respeito. Gosto de ter a minha individualidade, os meus segredos, as minhas coisas que são apenas minhas, e de ninguém mais.
Eu falei mais sobre isso no post A jornada eterna pelo autoconhecimento.

tumblr_lurtt4VRHZ1qco1k9o1_500_large

2. Persista, mas saiba até onde ir.
Mais clichê do que os seus sonhos são possíveis acho que é difícil. Já cansamos do discurso do nunca desista dos seus sonhos, você pode fazer isso! Mas fazer o quê? Uma infância regada a Disney deixa marcas num ser humano, e por mais que eu tenha todas essas ideias enraizadas na minha pessoa, eu digo: se você quer, tenta! Mas se não der não deu.
Fazer alguma coisa é fundamental para ver seus sonhos realizados, mas se você tentou uma, duas, três vezes e deu ruim, é porque tem alguma coisa errada aí no meio. Se isso acontecer, pare. Respire fundo. Não, seu sonho não é impossível, mas talvez você esteja tentando chegar lá da maneira errada. Tente mudar seu método, ou talvez se pergunte se você quer mesmo isso ou se você foi influenciado a acreditar que esse é um desejo seu. Não vou mentir: não é fácil, mas se você tem coragem pra correr atrás dos seus sonhos, você também tem coragem de fazer isso.

3. Drama faz parte.
Não sei, talvez eu seja muito drama queen. Faço drama pra tudo. Eu tenho consciência que a minha vida não vai acabar só porque alguma coisa deu errado, mas mereço os meus cinco minutinhos de estresse e choro sem sentido. Nada mais que natural você se sentir frustado quando algum trabalho pelo qual você muito se emprenhou desanda. É desanimador, é terrível, é tragico! Parece que as suas entranhas estão derretendo, que o mundo está acabando e a única coisa que você vai conseguir ser na vida é uma velha moribunda que mora sozinha numa casa cheia de teias de aranha e tábuas que rangem. No fundo você sabe que não é verdade, e assim que você se recupera vai lá e tenta tudo outra vez, mas você não vai abrir mão do seu showzinho particular por nada nesse mundo.

large

4. Pode ser que você realmente esteja sozinho agora, mas não é provável.
A verdade é que não dá pra generalizar nada. Quando você sentir que o mundo tá desabando ao seu redor e você está ficando soterrado na poeira, sozinho, jogados às traças e aranhas e crocodilos e jacarés. Quando parecer que ninguém se importa com você. Quando você sentir que todos traíram a sua confiança. Bem, até tem como isso ser verdade, mas é bastante improvável. Pare, respire fundo. Estamos falando de algo sério, e sei que você não está simplesmente sendo dramático. Apenas saiba que vai ter ao menos uma pessoa ao seu lado, e se não tiver, prometo que ela chega logo, logo.

5. Nunca perca a chave de casa.
Principalmente se for duas vezes seguidas num curto período de tempo. Além de correr o risco de ficar preso na rua é bem provável que todo mundo se esqueça de que você nunca antes na sua vida tinha perdido a sua chave, e que não é culpa sua se o seu chaveiro de bonequinha de cabelo azul simplesmente não gosta da chave do portão novo e agora te odeia. Desculpa, Filomena, mas a chave antiga não abre esse portão!

6. A certeza nunca é plena.
Desculpa te dizer isso, mas por mais que você ache que tem certeza de algo na sua vida, somos sucetíveis a mudanças, então tudo pode se transformar rapidamente em dois instantes. Não é pra ter medo disso, é só o ciclo natural da vida. Apenas não temha uma crise se vier a acontecer, okay?

E chegando ao final desse post chego a conclusão de que esse é um imenso texto que beira a autoajuda. Mas quer saber? E daí?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião! Ela é muito importante para mim.

© Giulia F Ferreira - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Giulia F Ferreira. Tecnologia do Blogger.