#10 No fim do túnel


— Vai ficar mesmo calado? — provocou-me.
Muito embora não o visse, sabia estar sorrindo.
Não podia olhá-lo, sabia que não responderia pelas suas ações caso o fizesse.
— Diga-me, você não cansa? — continuou.
O sangue subiu-me a cabeça.
Era muito difícil permanecer em silêncio aguentando aquilo.
— Não cansa de perseguir esse futuro que você se inventou?
Não consegui mais. Olhei-o nos olhos.
— O que quer de mim?
— Não. O que você quer de mim?
— O quê…
— Você sabe o que significa a palavra sêmita?
— Como?
— Tanto faz. Significa senda, um caminho por onde passa o gado.
— E?
— Será seu destino em breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a sua opinião! Ela é muito importante para mim.

© Giulia F Ferreira - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Giulia F Ferreira. Tecnologia do Blogger.